20 de dezembro de 2016

Depoimentos

rafael

Raphael Soares – Violinista

Quero agradecer a maravilhosa oportunidade que tive de aprender e aprimorar os meus conhecimentos, de fazer parte dessa família que me acolheu quando eu precisei. Estava passando por um momento difícil e encontrei o conforto e aceitação, isso fez a diferença na minha vida, para o meu crescimento pessoal e profissional. Agradeço aos líderes, a Márcia Melchior, que sempre se preocupou comigo e com minha família, sempre sendo atenciosa, lutadora e que não mede esforços para o bem da Orquestra. Ao Antônio Carlos, um grande pai, sempre dando conselhos, e que não se cansa de ensinar. Ao Maestro Luiz Potter, pela paciência e também pelos conselhos que recebi, vou me lembrar sempre. Tenho a convicção de que ter passado por aqui e ter trabalhado com cada um de vocês foi fundamental para ter condições de seguir enfrentando novos desafios. Desejo à Orquestra que continue trilhando este caminho de sucesso, e a todos os meus colegas que realizem as suas metas profissionais. Foi um grande prazer trabalhar com vocês. Nos encontramos pela estrada!

Um abraço forte a todos!


cassiaCassia Raquel – Clarinetista e cantora
Ter uma oportunidade como essa, me elevou culturalmente além de conhecer um universo que sempre quis estar, mas não sabia por onde começar. Foi apenas o primeiro passo, um empurrão para degraus maiores. É e sempre será minha referência. Orgulho de ter feito parte de um projeto tão bonito e necessário na nossa cidade. Já está mais que provado o quanto a música amplia horizontes e alcança jovens e adolescentes mostrando que é possível seguir uma carreira bem sucedida neste meio. Feliz e grata por ter me envolvido com a arte com essa equipe maravilhosa e competente.


felipeFelipe Santos – violonista e estuda ciências sociais na UFRJ

O contato com a orquestra violões do forte de Copacabana foi um marco crucial dentro da minha trajetória musical. Aqui estou desde a fundação da orquestra, e tive a oportunidade de participar de festivais nacionais e internacionais marcantes na minha carreira musical. Espero apenas o sucesso contínuo desse nosso trabalho para que possamos colher novos frutos e levar alegria à todos que nos acompanham. É difícil descrever precisamente o quão importante a música foi para minha vida. Costumo sempre dizer que aprender música vai muito além de aprender música: É um conhecimento que nos abre portas e nos mostra um novo mundo. Foi assim que me senti aos 13 anos de idade com o primeiro violão em mãos. A cada novo concerto um horizonte se abria, e o reconhecimento que me era dado me fizera crescer como indivíduo e como cidadão.


Wagner Gomes – Flautista

Minha trajetória foi marcada por conquista! Conquista essa que nunca imaginei, ou sonhei de fato! Lembro-me como se fosse hoje, comecei a estudar música aos meus 13 anos de idade, mas achava que não tinha dom pra isso, e fui desanimando, até que um certo dia, passando pelo bairro de vila Isabel, ouvi um som de uma orquestra linda, e parei no meio da rua pra ouvir a orquestra terminar de tocar, nossa ! eu achei o máximo, apesar de não ver orquestra, queria entrar e poder ver, mas a timidez me impediu, logo então fui buscar informações para estudar na instituição, e logo após fui me inscrever, mas o curso de música era tão bom, que as vagas eram preenchidas rapidamente, e eu descendo as escadas falei assim: e agora, eu queria tanto poder participar das aulas, aprender um pouco mais. quando chego ao pátio da escola de música, Uma Sr(a) Muito bem Arrumada, linda, Elegante, me diz assim, olha eu posso abrir uma exceção, e te encaixar como ouvinte, e assim que surgir a vaga eu te encaixo como aluno, aaaah eu não pensei duas vezes, voltei lá novamente na companhia da mesma para assistir as aula, nossa tive aulas com os melhores professores, um certo dia de aula, um dos meu professores me ouviu tocando no corredor” Antônio Carlos “ e me falou assim : vc é muito talentoso, nossa que motivação, aquele professor me deu um incentivo, logo chamou o maestro Saudoso “Flavio Goulart de Andrade” Que de imediato me aplicou uma prova. Nossa fiquei muito aflito esperando o resultado, passando-se alguns dias fui buscar o resultado, e pra minha surpresa estava lá “APROVADO”, Não imaginava passar, não imaginava tocar em uma orquestra que viajava Brasil e o mundo, muito menos se descoberto pela pessoa mais famosa deste mundo, hoje faço parte da orquestra… e sou muito grato a essas quatro pessoas, que nunca me negaram ajuda, nunca disseram não, mas sempre me apoiaram, Primeiramente Deus, Marcia Melchior, Antônio Carlos , E Flavio… São pessoas que marcaram a minha vida, a orquestra representa, muita coisa pra mim, São tantos adjetivos, que me perco tentando achar um, mais em meio a muitos, achei alguns, Amor, Felicidades, Alegria, Força, Incentivo… Hoje tenho orgulho de quem eu sou, pois a música me fez ver a vida com outros olhos, me fez enxergar um horizonte que já mais imaginei enxergar, na orquestra encontrei colegas, que me ensinaram o que ter uma família fora de casa, e hoje não os vejo como uma orquestra e sim como uma família, e eu sou grato por ter conquistado, e ser conquistado.